Photobucket

sábado, 21 de abril de 2012

Nova mobilização nacional pelas florestas no Dia da Terra







(Reprodução)






Domingo (22) é Dia da Terra, e os brasileiros irão novamente às ruas em defesa de nossas florestas. Será o "Dia Nacional do Veta, Dilma!" ao código florestal ruralista. Com possível votação na Câmara no dia 24 do projeto de lei que condena o Brasil ao atraso na gestão de suas riquezas naturais, ganha força a mobilização nacional contra o texto forjado por setores atrasados do agronegócio e da política. Na capital federal, atividades contarão com o novo balão do WWF-Brasil


Fonte: Comunicação WWF-Brasil


Até agora se engajaram na mobilização dezesseis das 27 capitais e outras cidades no país: Campo Grande (MS), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Florianópolis (SC), Aracajú (SE), Vitória (ES), Salvador (BA), João Pessoa (PB), Macapá (AP), Teresina (PI), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG), além de Dourados (MS), Ribeirão Preto (SP), São João da Boa Vista (SP) e Rio Claro (SP). Confira a programação abaixo.

Antes e depois das atividades no Dia da Terra, outras ações reforçam o movimento nacional contra destruição da legislação florestal brasileira. Em Florianópolis, por exemplo, entidades ambientalistas catarinenses entregam uma moção à superintendência do Ibama, no dia 23. Já em São Paulo, foi montado um estande na Adventure Sports Fair (Pavilhão da Bienal do Ibirapuera), onde são distribuídas cartilhas sobre o Código Florestal e campanha Veta, Dilma!. No mesmo local, nesta sexta (20) às 16h, também haverá mobilização e batucada com Maurício Bade e Grupo, pernas de pau, máscaras e Varal Veta, Dilma!. Foi organizada, ainda, uma "Bicicletada pelas florestas", saindo da Praça dos Ciclistas (Av. Paulista) até o Parque da Juventude.

O projeto de lei aprovado em primeira instância por deputados e senadores com aval do Governo Federal consolida desmatamentos em áreas sensíveis e estratégicas, como margens de rios e topos de morro, anistia desmatadores, abre espaço para mais derrubada de florestas nativas e para a especulação fundiária e reforça uma cultura de impunidade, de desrespeito à legislação e desvalorização do patrimônio natural. A questão em trâmite no parlamento avança para além das fronteiras nacionais, e pode colocar em xeque o cumprimento pelo país de metas assumidas internacionalmente ligadas à conservação da biodiversidade e mudanças climáticas, por exemplo.

O mundo inteiro está atento a como o Brasil vai tratar o futuro de suas florestas e se conseguirá manter sua liderança global em desenvolvimento sustentável, conquistada nas últimas décadas.

Os reflexos de uma desastrosa aprovação a toque de caixa da reforma do Código Florestal, sem debate real com a sociedade, pode ter reflexos negativos na Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável que acontece em junho, no Rio. Cem chefes de Estado estão confirmados para discursar na plenária principal, conforme o Itamaraty.

 A manifestação programada para o dia 22 também irá engrossar a campanha pelo veto total ao projeto de lei, caso o mesmo seja aprovado no Congresso. A campanha “Veta, Dilma!” tem repercutido em todo o Brasil e no Exterior. Vários países demonstraram seu apoio, como Alemanha, Colômbia, Canadá, Espanha, México, Portugal, Suíça, Estados Unidos e Inglaterra. Todavia, o parlamento não ouve a Ciência, não ouve os juristas e deu às costas para a sociedade. A presidente Dilma Rousseff precisa ouvir o clamor dos brasileiros.

Programação

Rio de Janeiro, Praia de Copacabana, 10h30
São João da Boa Vista, Peixotinho, 15h
Curitiba, 15 de Novembro, esquina com Mariano Torres, 10h
Campo Grande, Afonso Pena, esquina com 14 de Julho, 10h
Dourados, Parque do Lago, 8h
Porto Alegre, Parque da Redenção e Usina do Gasômetro,10h
João Pessoa, Bar do Surfista, 10h Rio Claro, Praça dos Bancos, 14h
Ribeirão Preto, Parque Maurílio Biagi, 15h
Brasília, 8h concentração na Esplanada dos Ministérios para caminhada ao Parque da Cidade, onde nova concentração acontece a partir das 10h
São Paulo, Parque da Juventude, 10h
Maceió, Praia da Ponta Verde, 9h
Teresina, Praça Pedro II, 16h30 Aracajú, Parque dos Cajueiros, 10h
Salvador, Farol da Barra, 10h Fortaleza, Avenida Beira Mar (próximo à estátua da Iracema Guerreira), 9h Florianópolis, Parque Ecológico do Córrego Grande, 9h


Leia mais em:  WWF-Brasil


0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados, são de responsabilidade dos seus autores.