Photobucket

domingo, 22 de maio de 2011

Campanha do Agasalho 2011 no Estado de São Paulo

(Divulgação)


Campanha do Agasalho 2011

Fonte: FUSSESP

A Campanha do Agasalho é uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo - FUSSESP, tendo como parceiros todas as Secretarias de Estado, empresários e a sociedade civil.

O FUSSESP, com o apoio dos diversos segmentos da sociedade, planeja estratégias, estabelece locais de arrecadação e coordena ações para ajudar milhares de famílias carentes a enfrentar o inverno com mais segurança, dignidade e calor humano.

As doações são encaminhadas às entidades assistenciais, hospitais, albergues da Capital e de todos os Municípios do Estado de São Paulo.
Para outras informações ligue (11) 2588-5875 / 2588-5741.

Para doar um agasalho em qualquer um dos postos espalhados por todo o Estado, entre no site, digite o seu CEP e descubra o local mais próximo de você.

Leia mais em: Campanha do Agasalho 2011 - SP

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

CMais+ é o portal de conteúdo da TV Cultura

(Divulgação)











TV Cultura ao vivo na web

Fonte: Fundação Padre Anchieta

O CMais+ é o portal de conteúdo da TV Cultura, a tv que faz bem, e disponibiliza informações e entretenimento de alta qualidade, para todos os públicos.

Além da programação da TV Cultura, você pode acessar rádios, vídeos, Univesp TV, MultiCULTURA, TV Rá Tim Bum e editoria.

Veja alguns programas que podem ser vistos ao vivo, pela web:

Tecendo o Saber
06:00

Tecendo o saber é direcionado a jovens e adultos com informações referente ao Ensino Fundamental. A proposta do programa é levar conhecimento por meio de histórias com assuntos sobre meio ambiente, trabalho e sexualidade, por exemplo.

Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:30

Amplie seu conhecimento através das tele-aulas

Novo Telecurso Ensino Médio
06:45

O cotidiano no centro das ações pedagógicas


Telecurso Profissionalizante


Curso de Mecânica revisado, atualizado e com novas disciplinas

Tamanho Família
07:30

Tamanho Família é um programa dedicado ao papai e à mamãe!

Acompanhe em: CMAIS+ TV Cultura

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Almanakut Brasil participa do Top Blog 2011 como votante!

(Divulgação)











Estamos votando no Top Blog 2011


Em agradecimento ao Top 100 em 2009, ao Top 100 e Top 30 em 2010, no Top Blog, às conquistas em outros concursos, de 2008 a 2010, o Almanakut Brasil participa do Top Blog 2011, apenas como votante.

Se você está concorrendo com um blog ou site, insira na caixa de votação, o nome Almanakut, seguido do e-mail: almanakutbrasil@ig.com.br .

Vamos confirmar o voto, somente no endereço acima.

Se você ainda não participa, inscreva sua página em: TOP BLOG 2011

Boa Sorte!

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

PNUMA lança site oficial em português para o Dia Mundial do Meio Ambiente

(Divulgação)











Dia Mundial do Meio Ambiente

Fonte: ONU Brasil/UNIC Brazil

Comemorado anualmente no dia 5 de junho desde 1972, o Dia Mundial do Meio Ambiente, também conhecido como WED, é o principal veículo pelo qual as Nações Unidas estimulam a conscientização ambiental no mundo todo.

O tema deste ano – Florestas: A Natureza a seu serviço – destaca a variedade de serviços de suporte à vida fornecidos pelas florestas e convida o mundo a tomar uma atitude para proteger esses recursos e percorrer um caminho rumo a uma economia verde.

Em 2011, a sede das celebrações globais do WED será a Índia, um país cujas florestas constituem mais de 20% da área geográfica terrestre. No site oficial, é possível conhecer as medidas que a Índia está tomando para combater a degradação da terra e conservar os ecossistemas florestais críticos.

Também pode ser feito o download da logo oficial e de pôsteres, vídeos, web banners e outros materiais, incluindo os vídeos do WED com os Embaixadores da Boa Vontade do PNUMA, Gisele Bündchen e Don Cheadle.

Os usuários podem registrar atividades de apoio ao WED em nome de um dos embaixadores. Aquele que tiver mais atividades registradas em seu nome será responsável pelo plantio de uma floresta.

Veja o vídeo: Gisele Bündchen X Don Cheadle - Dia Mundial Meio Ambiente 2011

Leia mais em: ONU BRASIL


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

domingo, 15 de maio de 2011

Proposta encaminhada pelo movimento socioambiental ao Ministro Antonio Palocci sobre o Código Florestal

(Luiz Fernandes/Divulgação)











Código Florestal Brasileiro


Fonte: Maristela Pessoa/WWF-Brasil

Foi encaminhado à assessoria do Ministro Antonio Palocci (Casa Civil) um conjunto de propostas da sociedade civil, com vistas a corrigir vários problemas técnicos e retrocessos existentes no projeto de Código Florestal do deputado Aldo Rebelo, bem como dispositivos para coibir novos desmatamentos ilegais no País.

Em audiência com o Ministro Palocci em 2 de maio, um grupo de organizações do movimento socioambiental brasileiro apresentou suas preocupações a respeito dos retrocessos contidos no relatório do Deputado Aldo Rebelo, que altera profundamente o Código Florestal Brasileiro. Solicitaram também que o governo interviesse para o adiamento da votação e se comprometeram a fornecer ao governo um conjunto de propostas, com vistas à adequação do relatório, para que o Código Florestal seja um instrumento efetivo de proteção de nossas florestas, biodiversidade e recursos hídricos. Abaixo segue um resumo dos pontos principais:

1 - Propõe tratamento diferenciado para agricultores familiares permitindo que sob a lógica do interesse social possam manter ocupações em área de reserva legal para desmatamentos consolidados.

2 - Fortalecimento dos instrumentos de governança e de controle de novos desmatamentos ilegais como o embargo das áreas desmatadas ilegalmente, a figura do crime de desmatamento e a corresponsabilidade dos financiadores de produção em áreas desmatadas ilegalmente.

3 - Recomposição obrigatória de 15 dos 30 metros de APP de rio de até 10m de largura limitada apenas à agricultura familiar desde que com ações que comprovem a ausência de riscos socioambientais.

4 - Regularização da produção agrícola com suspensão de aplicação de multas aos agricultores (que não se enquadrem no conceito de agricultura familiar) caso ingressem em até um ano nos programas de regularização ambiental (federal ou estaduais) que deverão ser implementados em até 6 meses da publicação da Lei e assumam o compromisso de recompor ou compensar as reservas legais em áreas prioritárias para conservação da biodiversidade e recursos hídricos.

5 - Programa de pagamento por serviços ambientais e instrumentos econômicos voltados a pequenos produtores rurais familiares e inserção da recomposição e conservação de APP e reserva legal.

6 - Cômputo das APPs no cálculo da reserva legal para pequena agricultura, não sendo válido para novos desmatamentos.

7 - Utilização de áreas de topo de morro e áreas entre 25 e 45º de declividade já desmatadas em zonas rurais, com espécies arbóreas e sistemas agroflorestais desde que sob manejo adequado, medidas de conservação do solo, medidas que inibam novos desmatamentos e recomposição de reservas legais (sem cômputo da área na RL).

8 - Possibilidade de uso sustentável em áreas de planícies inundáveis conforme regulamento específico a ser editado pelo CONAMA atendendo a especificidades dos Biomas Pantanal e nas áreas inundáveis da Amazônia.

9 - Possibilidade de redução da RL de 80% para 50% na Amazônia nos casos de municípios com mais de 50% do seu território abrigados por Unidades de conservação e terras indígenas.

10 - Manutenção dos atuais parâmetros das áreas de preservação permanente, com reinserção no rol das APPs dos topos de morro, manguezais, dunas, áreas acima de 1800m e restingas fixadoras de dunas ou estabilizadoras de mangues.

11 - Manutenção do atual regime de competência para autorização de desmatamento com ênfase na competência estadual.

12 - Cadastro ambiental rural georreferenciado obrigatório para a regularização de todos os imóveis rurais com cadastramento gratuito para pequena propriedade rural.

13 - Incentivos econômicos para os produtores rurais que se não se utilizarem das flexibilizações previstas na Lei.

O Ministro Antonio Palocci se comprometeu a dar um retorno às organizações até a 3ª feira pela manhã antes da negociação com o Deputado Aldo Rebello e demais lideranças no Congresso.

http://www.blogger.com/img/blank.gif
Leia mais em: WWF Brasil


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Trio "Global" de peso integra Mesa de Debates de jornalismo da 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto

(Reprodução)












Jornalismo da Rede Globo na Feira do Livro


Fonte: Erika Daguano e Fernanda Marx/Imprensa FLRP


As feras do jornalismo da Rede Globo, Caco Barcellos, Domingos Meirelles e Maurício Kubrusly chegam a Ribeirão Preto, para participar da Mesa de Debates de Jornalismo e Sociedade durante a 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto.

Especialista em jornalismo investigativo, Caco Barcellos já foi por diversas vezes premiado por suas reportagens, documentários e também obras literárias. Dentre as obras publicadas estão Rota 66 e o livro Abusado, o dono do morro Dona Marta, é uma reportagem escrita em forma de romance, e esteve mais de um ano na lista dos mais vendidos do Brasil. Atualmente Caco está à frente da equipe de jovens jornalistas do programa global “Profissão Repórter”.

Há mais de quarenta anos atuando na imprensa brasileira, Domingos Meirelles possui um trabalho reconhecido e respeitado tendo atuado em publicações da editora Abril e também em redações como Jornal da Tarde e O Estado de S. Paulo. Em 1985, entrou para a Rede Globo de Televisão como repórter especial e durante sete anos foi o apresentador do programa Linha Direta. Além de toda a contribuição para o jornalismo, Domingos também produziu algumas obras como As Noites das Grandes Fogueiras. Uma História da Coluna Prestes, 1930: Os Órfãos da Revolução.

Assim como os outros dois profissionais, Maurício Kubrusly dispensa apresentação. Integrando a equipe de jornalismo da Rede Globo há mais de 25 anos, Kubrusly cobriu vários eventos importantes para a emissora, como Copas do Mundo, Jogos Olímpicos, cerimônias do Oscar como comentarista de cinema e festivais de rock. Em 2000, estreou o quadro Me Leva, Brasil no Fantástico e cinco anos depois lançou uma obra com o mesmo, que traz o relato de “causos” do nosso país.

Caco Barcellos, Domingos Meirelles e Maurício Kublusly se encontram no dia 28 de maio, às 16 horas, no Theatro Pedro II.
http://www.blogger.com/img/blank.gif
A Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, em sua 11ª edição consecutiva, acontece de 26 de maio a 5 de junho. A realização do evento orçado em R$ 2,5 milhões é da Fundação Feira do Livro, em parceria com a Prefeitura de Ribeirão Preto.

Leia mais em: 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

sábado, 7 de maio de 2011

Jornalistas Eliane Brum e Olga Curado na 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto

(Divulgação)






Salão de ideias na Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto



Fonte: Erika Daguano e Fernanda Marx/Imprensa FLRP


A jornalista, escritora e documentarista Gaúcha, Eliane Brum, irá participar de um bate papo no Salão de Ideias, no dia 31 de maio, às 14 horas no Theatro Pedro II integrando as atividades da 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto que acontece de 26 de maio a 05 de junho.

Com uma carreira jornalística de grande notoriedade, Eliane trabalhou durante anos em grandes veículos de comunicação do país como o Jornal Zero Hora, de Porto Alegre e também na Revista Época, o que lhe rendeu cerca de 50 prêmios nacionais e internacionais de reportagem, como Esso, Vladimir Herzog, Ayrton Senna, Sociedade Interamericana de Imprensa e Rei de Espanha.

Como documentarista, Eliane estreou com a produção “Uma história Severina” (2005), no qual é co-diretora e co-roteirista e ganhou mais de 20 prêmios nacionais e internacionais. Em 2010 lançou “Gretchen Filme Estrada”, em co-direção com Paschoal Samora. Nele, conta a última turnê e a primeira campanha política da rainha do rebolado.

Já na literatura, Eliane publicou três livros de reportagem: “Coluna Prestes: o avesso da lenda” - pelo qual recebeu o prêmio Açorianos de autora-revelação; “A Vida Que Ninguém Vê - pelo qual ganhou o Prêmio Jabuti 2007 de melhor livro de reportagem; e “O Olho da Rua – uma repórter em busca da literatura da vida real”.

Atualmente, Eliane se dedica a livros, mantém uma coluna semanal no site da Revista Época (epoca.com.br), e uma crônica semanal no site Vida Breve.

Olga Curado é jornalista, graduada em Comunicação Social com especialização pelo World Press Institute, ex-diretora da Rede Globo, aikidoísta, interessada em gestalt-terapia e budismo. Em 2010, Olga foi chamada para a missão de treinar a Presidenta Dilma Rousseff para a disputa eleitoral com o veterano José serra. A jornalista foi responsável pela desenvoltura da Presidenta com o público. Em seu novo livro “Viver sem Crise”, Olga relata sua principal habilidade: ajudar alguém em apuros a mostrar-se no controle das emoções, revelando o melhor da própria imagem.

Durante 14 anos, Olga foi diretora da Rede Globo de Televisão no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Londres e coordenadora de jornalismo das emissoras afiliadas. Como escritora, publihttp://www.blogger.com/img/blank.gifcou obras de comunicação como: Comunicação A Notícia na TV; Encontro com a Imprensa; Correr para o Abraço e Cá entre nós. Além de um livro de poesias, intitulado “Passa pra dentro, menina!”

Olga Curado se apresenta na 11ª edição da Feira Nacional do livro de Ribeirão Preto, dia 29 de maio, domingo, às 10h30, com um Salão de ideias, no auditório Meira Júnior.

Leia mais em: 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

BITS 2011 reunirá políticos e empresários de TIC durante cúpula da EUBrasil em Porto Alegre

(Reprodução)









Um grupo de políticos de alto nível e empresários de primeiro escalăo mundial estará reunido no dia 10 de maio, durante a cúpula "A Agenda Digital para o Brasil", que acontecerá no âmbito da BITS Business IT South America, em Porto Alegre

Fonte: EUBRASIL/BrasilAlemanha

Organizado pela EUBrasil em cooperação com a Deutsche Messe AG, a primeira parte do summit será dedicada ao tema "Política de Alto Nível", que vai abordar os planos atuais para aproveitar melhor tecnologias de informação e comunicações (TICs), visando aumentar o dinamismo das economias do Brasil e da Europa e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

Segundo a entidade EUBrasil, a implantação de ambiciosos programas que foram anunciados pelo Brasil e pela União Européia será em grande parte de responsab ilidade de empresas privadas. Elas serão capazes de implementá-los? Estão satisfeitas com as condições que foram criadas para a implantação dos planos de alto investimento e risco? Para debater estas questões, já estão confirmadas as presenças de César Alierta, CEO da Telefónica, Zeinal Bava, CEO da Portugal Telecom, Franco Bernabè, CEO da Telecom Italia, Otávio Marques de Azevedo, presidente do Grupo Oi, e Mario Teza, CEO da Futura Networks do Brasil, organizador da Campus Party Brasil.

Haverá ainda participação de Tarso Genro, governador do Estado do Rio Grande do Sul, Reinaldo Rodriguez Illera, presidente da CMT Espanha - Comissão do Mercado das Telecomunicações, Pilar del Castillo Vera, presidente da Fundação Européia de Internet e membro do Parlamento Europeu, e Paulo Campos, secretário de Estado das Comunicações de Portugal. Foram convidados Paulo Bernardo, ministro das Comunicações do Brasil, Ronaldo Mota Sard enberg, presidente da Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações. Além desses nomes de destaque, são esperadas ainda confirmações de outros importantes políticos europeus e brasileiros.

BITS 2011

A BITS é organizada e promovida pela Hannover Fairs Sulamérica e pelo Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul - CIERGS / Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul - FIERGS, em cooperação com a Converge Comunicações, responsável pela comercialização da exposição e da organização de uma grade de palestras voltadas para diretores e gerentes das áreas dehttp://www.blogger.com/img/blank.gif tecnologia, telecomunicações, internet, administração, recursos humanos, marketing e negócios digitais. Dois seminários especiais serão voltados para supply chain, logística e distribuição e agribusiness.

Para visitar a feira, gratuitamente, inscreva-se em: http://www.scheneventos.com.br/bits/cadastro.asp

Mais informações no site: www.congressobits.com.br

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Fundação SOS Mata Atlântica realiza o Viva a Mata 2011

(Divulgação)



Sétima edição do maior evento ambiental em prol da Mata Atlântica comemora os 25 anos da ONG de 20 a 22 de maio no Parque Ibirapuera

Fonte: Luiz Soares - Lead Comunicação

A sétima edição do Viva a Mata – mostra de iniciativas e projetos em prol da Mata Atlântica – , que acontece entre os dias 20 e 22 de maio, no Parque Ibirapuera, em São Paulo, comemora uma data especial: o 25º aniversário da Fundação SOS Mata Atlântica, organizadora do evento. Para isto, a programação está repleta de atividades que buscam conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação do nosso ambiente e que apresentam um pouco da história da ONG. Com diversas atrações gratuitas, a exposição comemora também o Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio). A iniciativa tem patrocínio do Bradesco e da Natura, e acontece na Arena de Eventos (ao lado do Museu Afro Brasil).

ONGs e instituições, que atuam nas mais variadas regiões do país, com programas pela conservação da Mata Atlântica, participarão do evento. Com mais de 100 projetos, a programação inclui peças de teatro, oficina de plantio com distribuição de mudas, palestras, debates, jogos educativos e muito mais.

A cenografia é assinada pelo designer Beto Von Poser, da Cenário Brasil, que desenvolveu estandes feitos de madeira reaproveitada, tecido com restos de panos e paredes com caixas de frutas.

Sua Mata, Sua Casa

Um dos principais objetivos da Fundação SOS Mata Atlântica é a mobilização de pessoas e articulação de ações para a proteção da Mata Atlântica, Bioma que compõe todo o ambiente ao nosso redor, seja ele formado por florestas ou urbano. “A qualidade do ar que respiramos e da água que consumimos são dois bons exemplos de como a conservação de nossas florestas e de nossos recursos naturais impactam diretamente em nossas vidas”, explica Marcia Hirota, diretora de Gestão do Conhecimento da SOS Mata Atlântica. Segundo ela, “é com este conceito que comemoramos nossos 25 anos e realizamos o Viva a Mata 2011, destacando como todos somos agentes transformadores e estamos aptos a colaborar com a conservação da Mata Atlântica, ou, em outras palavras, com a proteção do meio ambiente em que vivemos.”

A diretora explica que a população costuma ver a floresta como algo distante, como a morada dos animais, por exemplo, e não como sua própria morada. “Cerca de 112 milhões de pessoas vivem na Mata Atlântica, mas não se dão conta disso e não se identificam com essa realidade. Por isto, esperamos que as atividades desenvolvidas no Viva a Mata mobilizem a sociedade ao mostrar que a Mata Atlântica tem uma importância enorme para a sadia qualidade de vida das pessoas, pois está diretamente relacionada ao seu dia a dia e depende de suas atitudes, como fazer bom uso da água limpa ou economizar energia elétrica.”

Com a mesma proposta, a Fundação apresenta também em São Paulo, no Shopping Metrô Tatuapé (Praça de Eventos – Piso Tatuapé), de 5 a 29 de maio, a exposição interativa “Sua Mata, Sua Casa”. São Paulo é a quarta cidade a receber o projeto, que já esteve em Fortaleza (CE), Maceió (AL) e Salvador (BA). Até janeiro de 2012, outras oito capitais nacionais receberão a exposição. Inspirada nas partes de uma casa, a mostra é dividida por cômodos onde o público encontra painéis informativos, vídeos, palestras e shows.

Auditório

A abertura do Viva a Mata 2011 está programada para as 9h do dia 20 de maio, com o painel “25 anos de olho na Mata Atlântica”, no auditório central do evento. Com capacidade para 60 pessoas, esse espaço concentrará os principais painéis, palestras e debates do evento.

Para o primeiro dia, estão programados os painéis “Mosaicos de conservação”, às 10h30; “Incentivos econômicos para quem protege a natureza”, às 12h; “Pacto pela Restauração da Mata Atlântica”, às 13h; “Estudos e Pesquisas nos esforços de restauração”, às 14h; “Comércio ilegal de animais silvestres”, às 15h e “Turismo comunitário na Mata Atlântica”, às 16h30.

No sábado, dia 21 de maio, acontecerão os debates “O Código Florestal e a vida nas cidades”, às 9h; “Planos Municipais de Mata Atlântica”, às 10h30; “Acessibilidade em áreas verdes”, às 12h; “O que vem com os portos na Mata Atlântica?”, às 13h30 e “Quem está invadindo a sua praia?”, às 15h; além da roda de conversa “Mobilização - espaço de articulação e cidadania”, às 16h30.

O último dia de evento iniciará com o debate “Tragédias naturais e Mata Atlântica”, às 9h; seguido por “Saúde e Meio Ambiente”, às 12h; “Gestão da água na legislação ambiental”, às 13h30; “Preparativos para a Rio+20”, às 16h30. No mesmo dia, às 15h, acontecerá a palestra “Emissões de CO2, como medir e compensar”.

Estandes temáticos

Cerca de 100 projetos que apresentam os exemplos de conservação, educação e sustentabilidade da Mata Atlântica, realizados pela própria Fundação e por ONGs que atuam em todo o Brasil, serão apresentados em estandes temáticos. Entre os temas estão “Inovações Sustentáveis”, “Ações Regionais”, “Costa Atlântica”, “Educação Ambiental”, “Reciclagem”, “Fauna e Flora” e “Restauração Florestal”.

Para os estandes estão programadas apresentações de projetos, oficinas de reciclagem e jogos interativos, além de cartazes, painéis ilustrativos, maquetes e demonstração de produtos que explicam os vários projetos desenvolvidos pelas instituições no esforço de proteger a Mata Atlântica.

Vários estandes também promoverão atividades para crianças, como telas para desenhos, maquetes, oficinas de reciclagem, réplicas de animais, apitos que simulam sons de aves, peças interativas, experimentos e muitas brincadeiras.

Estandes temáticos: Educação Ambiental, Amigos da Mata, Oficina de Plantio, Costa Atlântica (2), Fauna e Flora, Água (2), Reservas Particulares, Restauração Florestal, Centro de Experimentos Florestais, Reciclagem (2), Lagamar, Produtos sustentáveis, Inovações Sustentáveis, Ações Regionais, Unidades de Conservação e Empresas & Mata Atlântica (2).

Estandes institucionais: SOS Mata Atlântica e Bradesco.

Palco do Caminhão

Uma das principais plataformas para as atividades do Viva a Mata 2011 é o palco do caminhão itinerante da SOS Mata Atlântica, totalmente reformulado para esta edição do evento. Durante os três dias da exposição, o caminhão se transformará em uma arena para debates, palestras, oficinas, exibição de filmes e entrevistas com celebridades, esta última promovida pelo programa Planeta Eldorado, da Rádio Eldorado Brasil 3000, sempre às 17h.

Entre as palestras programadas estão papos de almoço sobre alimentação saudável e vegetarianismo (na sexta-feira, 20/5, 12h e no domingo, 22/5, 12h), que abordarão a questão da alimentação sob o aspecto do bem-estar e dos impactos da indústria produtora de alimentos. Ainda sobre o assunto, na sexta-feira, dia 20/5, às 13h, ocorrerá o CineMata, com a exibição do documentário “A carne é fraca” (Instituto Nina Rosa, 2005), que apresenta a realidade dos abatedouros do Brasil.

As rodas de conversas terão os temas “A Mata Atlântica é aqui” (sexta-feira, 20/5, 11h), “A Mata Atlântica nas escolas” (sexta-feira, 20/5, 14h) e “Surf, sustentabilidade e gestão costeira” (sábado, 21/5, 11h). Outro destaque é o debate “A Mata Atlântica menos conhecida” (sábado, 21/5, 10h), que apresentará dados sobre o Nordeste e o Norte do país, região onde alguns estados são formados por uma pequena e pouco reconhecida área de Mata Atlântica, predominando outros biomas.

No palco do caminhão também ocorrerão espetáculos teatrais como “O Caminho de Casa do Vovô Gepet” (sexta, 20/5, 10h); “Pinóquio em uma aventura ecológica” (sábado, 21/05, 15h30) e “Água”, da Cia Bicicletas Voadoras (domingo, 22/5, 15h). Outra atração é a Orquestra de Sucata, composta por crianças e jovens que constroem seus próprios instrumentos musicais a partir de sucata (domingo, 22/5, 18h).

Sobre consumo e descarte conscientes, a programação do caminhão traz a oficina “Consumo crítico sustentável” (domingo, 22/5, 13h30) e a demonstração “Compostagem urbana” (sexta-feira, 20/5, 13h), com muitas dicas para serem aplicadas no dia a dia.

No sábado, dia 21, acontecerá, das 12h30 às 15h30, uma edição especial do TEDxMataAtlântica, movimento social que gera intercâmbio de conhecimentos e é licenciado pelo TED Conferences. Promovido pela Educartis, o TEDxMataAtlântica contará com a participação de Kaká Werá, índio de origem tapuia, escritor, ambientalista e fundador do Instituto Arapoty, entre outros convidados.

Estão previstas ainda muitas atividades divertidas, como o “Avistar: observação de aves no Parque” (sábado, 21/5, 9h) e uma sessão de jogos (domingo, 22/5, 10h), com atividades lúdicas voltadas especialmente ao público infantil.


Exposição Itinerante


O caminhão da SOS Mata Atlântica compõe o projeto “A Mata Atlântica é aqui – exposição itinerante do cidadão atuante”, que tem como objetivo levar informações sobre a Mata Atlântica a todas as regiões onde ela ocorre. Lançado no Viva a Mata 2009, o caminhão, com uma equipe de biólogos e educadores ambientais, já visitou 80 cidades, do Rio Grande do Sul ao Piauí, atendendo um público aproximado de 290 mil pessoas.

O terceiro ciclo do projeto itinerante começa em maio deste ano, durante a sétima edição do Viva a Mata. Durante um ano, o caminhão visitará cerca de 40 cidades do Bioma Mata Atlântica das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. As atividades e a cenografia do caminhão serão completamente renovadas para o novo ciclo, que visitará municípios já percorridos anteriormente, além de outros que ainda não receberam a exposição. “Com o novo layout do projeto, pretendemos mostrar que a Mata Atlântica não está apenas nos parques e reservas, mas também faz parte de nossas vidas através da água que bebemos, do ar que respiramos, do clima que toma conta da nossa cidade, entre outros. É possível ter muitas atitudes positivas em prol da proteção do Bioma e as novas atividades mostrarão como,” explica Camila Plaça, coordenadora do projeto.

Código Florestal

No último dia do evento, entre 10h e 12h, o Parque Ibirapuera será tomado por uma mobilização em favor das florestas e dos serviços ecossistêmicos, contra o PL 1876/99 (relatório do Dep. Aldo Rebelo), que modifica o Código Florestal.

O movimento é formado por ONGs e entidades contrárias às alterações à legislação ambiental, que ameaçam não só florestas e ecossistemas naturais, mas também populações que vivem em áreas inapropriadas ou de risco nas grandes cidades.

O trabalho será feito de forma articulada com a Frente Parlamentar Ambientalista e estimulará a participação de indivíduos, descentralizando a campanha e aumentando o espaço de debate sobre o futuro das florestas e das cidades brasileiras.

Para mais informações sobre como participar da mobilização e acompanhar a agenda de mobilizações, acesse o site www.sosflorestas.com.br.

Contexto - Uma série de alterações no Código Florestal brasileiro está em curso em Brasília. O PL 1876/99, de autoria do deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP), enfraquece as leis que protegem a Amazônia, a Mata Atlântica, o Cerrado e a Caatinga. A proposta também incentiva a ocupação de áreas de risco, como encostas de morros e margens de rios nas cidades brasileiras, o que abriria espaço para mais tragédias, como deslizamentos de terra e enchentes. Na prática, essa mudança da legislação pode aumentar o desmatamento, provocando maior emissão de gases do efeito estufa e acarretando problemas na geração e no abastecimento de água nas áreas urbanas. O projeto de lei pode ser votado a qualquer momento pela Câmara dos Deputados.

Visitas monitoradas

Grupos de escolas, empresas, associações, entre outros interessados em agendar visitas monitoradas ao Viva a Mata 2011 podem se inscrever pelo e-mail educacao@sosma.org.br. As visitas acontecem nos três dias de evento, das 9 às 17h, com duração de uma hora. As vagas são limitadas.

Expositores confirmados

Poupa Água; Morada da Floresta; Fujiro Ecotextil; Associação de Mulheres Artesãs de Ponto Central Produção Artesanal; Amauta; COQUIM; Atelier Arte Caiçara Marcelo Trudes; TEREVIVA – Associação de Fomento Turístico e Desenvolvimento Sustentável; Rede Ambiental do Piauí – REAPI; Fundação Mata Atlântica Cearense; Geopark Araripe; Centro Universitário Vila Velha (Projeto Passus); Associação para a Proteção da Mata Atlântica do Nordeste – AMANE; Amigos do Oceano; Fundação Centro Brasileiro de Proteção e Pesquisa das Tartarugas Marinhas – Pro-Tamar; Associação Vila-velhense de Proteção Ambiental – AVIDEPA; Ecosurf; Instituto Marés; Instituto Sea shepherd; Comissão Ilha Ativa – CIA; Instituto de Preservação e Educação Ambiental Jerivá – IPEA; Associação Socioambientalista Somos Ubatuba; Fundação Ondazul; Virando do avesso; Naná Hayne; Studio Tetra; Associação Mata Ciliar; APREMAVI; Associação Mucky de Proteção aos Primatas; Flora Londrina Viveiro Florestal Ltda.


PROGRAMAÇÃO

Auditório

Sexta-feira (20/5)
9h – Painel de abertura: 25 anos de olho na Mata Atlântica
10h30 – Painel: Mosaicos de conservação
12h – Painel: Incentivos econômicos para quem protege a natureza
13h – Painel: Pacto pela Restauração da Mata Atlântica
14h – Palestra: Estudos e Pesquisas nos esforços de restauração
15h – Palestra: Comércio ilegal de animais silvestres
16h30 - Painel: Turismo comunitário na Mata Atlântica

Sábado (21/5)
9h – Debate: O Código Florestal e a vida nas cidades
10h30 – Debate: Planos Municipais de Mata Atlântica
12h – Debate: Acessibilidade em áreas verdes
13h30 – Debate: O que vem com os portos na Mata Atlântica?
15h – Debate: Quem está invadindo a sua praia?
16h30 – Roda de conversa: Mobilização - espaço de articulação e cidadania

Domingo (22/5)
9h – Debate: Tragédias naturais e Mata Atlântica
10h às 12h – Mobilização
12h – Debate: Saúde e Meio Ambiente
13h30 – Debate: Gestão da água na legislação ambiental
15h – Palestra: Emissões de CO2, como medir e compensar
16h30 - Debate de encerramento: Preparativos para a Rio+20

Palco do Caminhão


Sexta-feira (20/5)

10h – Teatro: O caminho da casa do vovô Gepet
11h – Roda de conversa: A Mata Atlântica é aqui
12h – Papo de almoço: alimentação saudável
13h – CineMata: “A carne é fraca”
14h – Roda de conversa: A Mata Atlântica nas escolas
15h30 – Demonstração: Compostagem urbana
17h – Bate-papo Planeta Eldorado

Sábado (21/5)
9h – Avistar: observação de aves no Parque
10h – Debate: A Mata Atlântica menos conhecida
11h – Roda de Conversa: Surf, sustentabilidade e gestão costeira
12h30 – TEDxMataAtlântica – transmissão online
15h30 – Teatro: Pinóquio em uma aventura ecológica
17h – Bate-papo Planeta Eldorado

Domingo (22/5)
9h – Maracatu da Associação Eremin
10h às 12h – Mobilização
10h às 12h – Jogos
12h às 13h30 – Papo de almoço: vegetarianismo
13h30 às 15h – Oficina: Consumo Crítico Sustentável
15h – Teatro: Água - Cia Bicicletas Voadoras
17h – Bate-papo Planeta Eldorado
18h – Orquestra de Sucata


Viva a Mata 2011 – mostra de iniciativas e projetos em prol da Mata Atlântica

Fundação SOS Mata Atlântica
Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral – São Paulo/SP.
De 20 a 22 de maio, das 9h às 18h.


Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público em geral
.

Leia mais em: Fundação SOS Mata Atlântica


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Conferência Internacional de Cidades Inovadoras – CIC2011

(Reprodução)








Conferência Internacional de Cidades Inovadoras

Fonte: Imprensa FIEP


A CICI é um projeto que faz parte da iniciativa Cidades Inovadoras: um movimento articulado em rede, que promove e apoia ações com foco na sustentabilidade, equilíbrio social e maior harmonia entre o homem e o meio ambiente.

A Iniciativa - Desde 2004, o Sistema FIEP debate formas de estimular o desenvolvimento econômico e social do Estado para dar sustentação ao avanço do setor industrial, gerando diversos projetos e ações que, em 2010, formaram o Programa Cidades Inovadoras: uma iniciativa do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), com know how do Centro Internacional para Formação de Atores Locais (CIFAL) e do Instituto de Promoção do Desenvolvimento (IPD).

O objetivo é estimular a transformação de ambientes urbanos em espaços propícios à inovação, à criatividade e à criação de empresas e negócios sustentáveis por meio de um conjunto de ações e soluções.

Mais informações e a programação completa estão disponíveis no site:


CIC2011


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

domingo, 1 de maio de 2011

Professor Pasquale bate papo com os adolescentes nos Estúdios Kaiser em Ribeirão Preto

(Divulgação)













Professor Pasquale nos Estúdios Kaiser

Erika Daguano e Fernanda Marx/Imprensa FLRP

Pasquale Cipro Neto, o professor Pasquale estará na 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto em um novo formato, Pasquale fará um salão de ideias, dia 31 de maio, às 10h30, nos Estúdios Kaiser, o salão de ideias será voltado ao público jovem. O objetivo é atrair os adolescentes para os Estúdios Kaiser, local onde haverá atividades voltadas aos jovens.

O professor Pasquale utiliza trechos de letras de músicas, matérias jornalísticas e textos literários para abordar os principais tópicos da língua portuguesa - acentuação, grafia, concordância, regência, conjugação e emprego de verbos, classes de palavras, emprego de pronomes, vocabulário, pontuação, etc, e assim consegue se comunicar muito bem com os jovens.

Pasquale atualmente é colaborador da Editoria de Treinamento da Folha de São Paulo, desde 1989, e do Departamento de Jornalismo da Rede Globo de Televisão (São Paulo), desde 1996. É co-autor da “Gramática da Língua Portuguesa” (com Ulisses Infante), da editora Scipione, e do livro “Brasil na Ponta da Língua” (com Gilberto Dimenstein), da Editora Ática. É autor do “Anexo Gramatical do Manual da Redação da Folha de S. Paulo” e co-autor (com diversos autores) do “Manual da Globo News”. É também autor de mais de 20 livros (lançados pela Publifolha pela Editora Gold) e do “Dicionário da Língua Portuguesa, Comentado pelo Prof. Pasquale” (Gold-Melhoramentos). É responsável pelo conteúdo didático do CD-ROM “Nossa Língua Portuguesa” (da Publifolha) e do software “Pasquale Explica” (da Anasoft). E também idealizador e apresentador do programa “Nossa Língua Portuguesa”, da TV Cultura, e do boletim “Com a Palavra o Professor Pasquale”, da Rádio Globo.

A 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto acontece de 26 de maio a 05 de junho de 2011 e os homenageados são: Patrono: Maurílio Biagi; País: Grécia; Estado: Santa Catarina; Autor: Saramago; Autor Local: Saulo Gomes; Autora Infantil; Luciana Savaget.


Leia mais em: 11ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto