Photobucket

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

FEIRA VERDE em PONTA GROSSA - Programa retoma atividades dia 31de janeiro

(Reprodução)












Programa Feira Verde

Fonte: Patrícia Antunes/PMPG


O Programa Feira Verde, da Prefeitura de Ponta Grossa, Estado do Paraná, retoma as atividades na próxima segunda-feira, 31 de janeiro, com atendimento às Vilas Santa Bárbara, Maria Otília, San Martin e Lagoa Dourada. “A volta deverá ser tranqüila porque as famílias que participam do programa receberam o calendário de 2011 já no último dia de troca do ano passado”, afirma o secretário Municipal de Abastecimento, Odivaldo Alves.

O secretário, que recentemente assumiu a pasta, conta que o programa continuará sendo desenvolvido nos mesmos moldes de 2010 e revela que, em breve, mais uma equipe de troca será implantada. “Atualmente o Feira Verde conta com 68 pontos de troca que abrangem 163 vilas. A prefeitura já adquiriu quatro novos caminhões que vão possibilitar no futuro a implantação de mais uma equipe e a ampliação do programa em 30 pontos de troca”, destaca Alves.

Desde que foi implantado, em dezembro de 2007, o Feira Verde já distribuiu 4.206.000 de quilos de frutas, legumes e verduras em troca de 8.412.000 de quilos de lixo reciclável. Isso significa que a cada mês o programa distribui o equivalente a 30 caminhões (furgões) repletos de frutas, legumes e verduras, que completam a alimentação de quase 20 mil famílias. Além disso, o secretário lembra que mais 150 famílias de catadores de materiais recicláveis vinculadas às quatro Associações de Catadores também são diretamente beneficiadas com o desenvolvimento do programa.

COMO FUNCIONA

O programa Feira Verde realiza a troca de material reciclável por frutas, legumes e verduras, sendo que 2 quilos de lixo são trocados por a 1 kg de alimento nas trocas. Atualmente, Ponta Grossa possui 68 pontos de troca, sendo seis no meio rural (Guaragi, Pinheirinho, Biscaia, Passo do Pupo, Sutil e Lagoa dos Pintos) e outros 62 na zona urbana, abrangendo cerca de 163 vilas. O “Feira Verde” funciona de segunda a sábado e cada ponto de troca é visitado duas vezes por mês. Para a realização do programa, a prefeitura utiliza seis caminhões.

BENEFÍCIOS

Saúde

É consenso entre médicos e nutricionistas a interferência de uma boa ou má alimentação na saúde humana. De acordo com o médico e secretário municipal de Saúde, Winston Bastos, o programa Feira Verde garante uma alimentação saudável que oferece sais minerais, vitaminas e fibras, dando energia e aumentando a imunidade do organismo. “Com esse tipo de alimentação, a qualidade de vida melhora, a instalação de doenças virais e infecto-contagiosas é dificultada e até mesmo o desempenho profissional e estudantil é melhorado”, atesta Bastos.

Meio ambiente

O Feira Verde também traz uma grande contribuição para o meio ambiente, reduzindo a presença de lixo nas ruas, fundos de vales, terrenos vazios e reduzindo a destinação de materiais recicláveis para o aterro sanitário municipal, contribuindo para que o aterro tenha uma vida mais longa de operação. Os materiais recolhidos são destinados para os catadores de materiais recicláveis e voltam para o processo produtivo como matéria prima, diminuindo dessa forma o uso dos recursos naturais. Sem esses materiais jogados nas ruas, as chances de entupimento de bueiros e bocas de lobo por ocasião das chuvas são diminuídas e conseqüentemente haverá menor assoreamento dos arroios e riachos do município.


Social


Todo o material reciclável é doado para quatro Associações de Catadores de Materiais Recicláveis, apoiadas pela Administração Municipal, e que tem ajudado diretamente em torno de 150 famílias de catadores.

REFERÊNCIA EXTERNA

Por ser um programa completo que beneficia a sociedade em vários setores, o Feira Verde já tem fama reconhecida em diversas cidades do Estado e chamou a atenção nacional e internacional. Em 2008, o programa foi destaque na mais importante publicação argentina, a Revista La Nación. A Prefeitura Municipal de Florianópolis também desenvolve um programa semelhante, baseado no modelo de Ponta Grossa. Entre outras visitas, recentemente, técnicos do município de Cândido de Abreu estiveram em Ponta Grossa para conhecer o programa em seus aspectos legal, técnico, estrutural e também operacional. Na ocasião, foram feitas visitas em alguns pontos de operações de troca.

CONHEÇA OS 68 PONTOS DE ENTREGA EM: Portal de Ponta Grossa - PR

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados, são de responsabilidade dos seus autores.